15 de dezembro de 2014



Sempre que estou sem ideia do que escrever pergunto para as minhas amigas para que alguma delas seja a minha salvação e me dê alguma ideia sobre o que trazer de novo para vocês. Foi então que o assunto em que menos pensei em abordar, pois é fácil de se achar na internet, ainda é uma das dúvidas mais frequentes que  todo pré intercambista uma hora ou outra tem.
 
Hoje vou falar um pouquinho sobre o tipo de visto que intercambista deve ter e como foi a minha experiência de ter que fazer tudo em uma semana.
 

O visto de estudante para os Estados Unidos é chamado de J1, tem a duração de dez meses e é o que todo intercambista tem que ter.
 
Muitos amigos contrataram especialistas para resolver este processo do visto pois é muito pratico, o despachante te da um papel com todos os documentos que você precisa ir atrás, você devolve tudo certinho e ele que vai correr atrás de agendar entrevista e todo o resto. Fácil, prático e caro.  

Eu decidi fazer por conta própria, fiz o passaporte sozinha também, foram dias sem dormir porque meus pais não entendem disso então eu que tive que fazer milhões de pesquisas, achar todos os documentos, separar tudo, preencher o formulario da DS 160 e so fazer com que meus pais pagassem a taxa MRV, com o valor de $160, e assinassem o que precisasse.  

É difícil mas não é impossivel. Por sorte existem pessoas com ótimos corações nesse mundo cibernético que fizeram um passo a passo de como tirar o visto americano e foi com este passo a passo que apesar de apreensiva tive meu visto aprovado.
 
A minha historia também não foi tão fácil... Para começar eu tive que esperar muito tempo para que o documento que provasse a minha matricula em uma escola americana chegasse em minhas mãos e ai sim marcar para tirar foto, biometria e a entrevista para o visto. Isso tudo aconteceu de segunda a quinta feira, no sábado eu embarcava. Foi uma correria e não pretendo passar nunca mais por isso.
 
A primeira parte para se ter um visto J1 é preencher todo o formulário da DS 160 indicado neste site e pagar a taxa MRV. A segunda parte consiste em agendar o dia em que você ira tirar a foto para o visto e a biometria no CASV mais próximo da sua casa e também a entrevista para saber se o seu visto foi aprovado ou não.
 
Fui na segunda feira de manhã no CASV Alto de Pinheiros- SP cheguei mais cedo e nem precisei pegar fila, entrei sozinha, tirei a foto, fiz a biometria com todos os dedos e sai. Acabou em menos de 10 minutos, apreensão para nada.
 
A entrevista estava marcada para quarta feira a tarde e lá estava eu no Consulado Americano junto com meus pais. Tive que entrar apenas com a minha mãe e durante a fila todos estavam apreensivos, quietos, olhando no relógio e alguns suando frio o que me fez ficar mais nervosa. Passamos por todas as partes de revista e fomos para uma sala enorme com muita gente e aguardamos ate chamarem meu nome.
 
Fui ate a cabine e lá o Consul era um homem jovem e americano, ele começou falando em português e perguntou quem iria fazer a viagem minha mae respondeu que seria eu, ele perguntou se eu falava inglês e eu disse que sim (menti na cara dura) então em inglês ele perguntou para que estado e cidade eu estava indo, quantos meses eu iria ficar, quem estava pagando meu intercambio e qual a serie que eu seria. Respondi tudo ate que bem, eu estava nervosa entao gaguegei na última pergunta mas consegui falar que seria Senior ou 12th grade que equivalem a um terceiro ano no Brasil. Ele voltou para o português e pediu para que minha mãe mostrasse algum comprovante do pagamento do intercambio, mostramos e ele disse "Ok so ir buscar o visto no mesmo local em que você tirou a foto e a biometria na próxima terça feira" Eu e minha mãe paramos, olhamos e eu já ia começar a chorar ate porque minha passagem estava comprada para SÁBADO! Minha mãe calma como sempre explicou que eu iria sábado e não teria como atrasar já que as aulas começariam na terça feira, ele avisou que ia verificar alguns documentos e se adentrou no imenso escritório que ficava atrás dele. Voltou cinco minutos depois e me encontrou tendo uma parada cardíaca dizendo que tinha conseguido adiar para aquela sexta feira e que eu estava aprovada!! Ainda esbanjou fofura me desejando "good luck!". Como a minha mãe é bem z03ir4 combinamos de falar para o meu pai que eu não tinha sido aceita e depois contar a novidade para ele. Foi o que aconteceu, falei que meu inglês foi péssimo, o Consul não tinha entendido nada e que eu não soube explicar qual era a minha série. Gente pensei que meu pai ia me matar ali mesmo ou que ele mesmo iria morrer, foi engraçado e eu deveria ter gravado.  

Foi assim que em meio da correria tudo da certo. Fiquei muito apreensiva com a entrevista mas a verdade é: não tem porque. O segredo é manter a calma, falar devagar e respirar sempre se for preciso tome um cha calmante antes de entrar mas saiba que na hora que voce sair você vai olhar pra trás e dizer: serio que era so isso?
 
Se tiverem mais dúvidas sobre este assunto podem me perguntar que eu vou fazer uma FAQ ou então te responder separadamente, não quis falar sobre documentos pois este site em que indiquei explica tudo e explica tudo muito bem e se você achar melhor contratar alguém contrate pois as vezes é melhor do que dor de cabeça, imagine se da algo errado?! Claro que se você fizer tudo certinho não vai dar mas confesso que ate hoje não acredito como eu sozinha tirei meu visto e meu passaporte haha
 

Boa sorte neste ultimo processo pessoal! beijos.

Marcadores: ,





0 comentários • por Beatriz Ferreira •


Postar um comentário






sobre


Beatriz, 16, Leonina, Paulistana e Intercambista. Mais?

Facebook Flickr Tumblr WeHeartIt Image Map

pesquise



categorias

instagram

arquivos

info
Voyageur - 2014 ©

Todas as postagens aqui contidas são de autoria de Beatriz Ferreira, exceto quando apontado o contrário. As imagens utilizadas são fruto de reproduções, e se você teve seu conteúdo publicado aqui e deseja que seja retirado, entre em contato em e-mail.





Design e codificação por Júlia Duarte. From scratch, with ♥ Powered by Blogger.